quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Filé Mignon com Brie e Abacate e o Ponto da Carne

Uma coisa que vejo muito de referência na gastronomia de vários países, com ênfase nos Estados Unidos e México, é o uso do abacate em pratos salgados. Sempre tive vontade, mas nunca chegava a usar, até o Thiago insistir na ideia, pois quando foi pra África ele comeu alguns pratos que combinavam carne e abacate e deu a ideia de fazer esse prato.

A ideia é bem simples, "só" fazer uns bons bifes (o que não é assim tão simples), colocar o queijo e o abacate cortado por cima. Então a dica de hoje não vai ser exatamente a receita, mas sim como acertar o ponto da carne.

Uma coisa muito importante de lembrar é que não existe "ponto certo". O ponto certo é aquele que você prefere comer. Então não adianta forçar as pessoas a gostar do bife ao ponto e enfiar goela abaixo só porque é o que aparece na foto dos menus na churrascaria e porque o chef Fulaninho de Tal disse que não pode ser diferente. Pessoas têm gostos diferentes em todos os aspetos da vida e com a carne não seria diferente.


O legal aqui é a gente aprender como saber quando está no ponto que você quer servir e como deixar a carne com aquela aparência bonita, dourada e suculenta. Então vamos lá:

- Primeiro de tudo, aqueça bem a frigideira antes de colocar a carne. Coloque uma pequena quantidade de manteiga e azeite, deixe derreter bem e quando tudo estiver bem quente é que você coloca a carne, com o fogo alto. Se colocar ela com a frigideira não tão quente ela não vai dourar, vai ficar com aquela cara anêmica, gosto estranho e coloração cinza que não é nada apetitosa.

- Existem controvérsias, mas eu (e a Julia Child) prefiro colocar o sal na carne depois de dourá-la, pois assim ela doura mais fácil e não solta tanta água.

- Outra dica pra que não solte água e acabe com a sua carne dourada é: coloque no máximo dois bifes por vez (se eles não forem muito grandes, é claro). O importante é não colocar muita carne de uma vez só na frigideira, pois acaba soltando água e em vez de grelhar eles vão cozinhar e não vão ter aquele delicioso gostinho que os grelhados têm.

- Espere aparecer o sangue "suando" na carne para virá-la e só vire uma única vez. Não fique virando a carne loucamente, senão o sangue não sabe mais pra onde ir e se perde todo, deixando toda a suculência pra fora da carne.

- Depois de ter virado a carne, encoste com o dedo em cima dela e compare com a "almofadinha" da sua palma da mão. Para chegar no ponto desejado, dá uma olhadinha nas comparações:


Agora a receita do filé mignon com queijo brie com abacate, que é super simples, mas fica realmente incrível:

Ingredientes:

- 1 colher de manteiga com 1 fio de azeite
- 400 g de filé mignon
- 100 g de queijo brie
- 1/2 abacate médio
- sal e pimenta do reino a gosto

Grelhe os filés na frigideira com a manteiga e o azeite conforme indicado no início do post. Quando estiverem prontos coloque fatias de queijo brie por cima e coloque uma tampa para abafar por alguns segundos, só até o queijo derreter levemente. Retire da frigideira, coloque em um prato e sirva com fatias de abacate por cima. Fica maravilhoso!

2 comentários:

  1. Que bacana o teu namorido dar idéias...pq o meu é fresco até as últimas!!
    Confesso que essa combinação me deixou curiosa, mas não sei se faria....quem sabe um dia crio coragem se achar um abacate bonito desse! :D
    bjuss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele era bem fresco na verdade, mas com o tempo foi aprendendo a dar chance pras comidas. É bem diferente pra gente, mas eu sempre vejo muito no pinterest várias receitas salgadas com abacate, muito lindas. Sempre tive vontade de provar. Fica uma delícia! Beijos.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...